Câmara autoriza financiamento de R$ 15 mi para ampliar abastecimento de água

por Imprensa publicado 11/05/2022 12h55, última modificação 13/05/2022 10h26
Dinheiro será utilizado para construir nova estação de tratamento, implantar adutora e novos reservatórios de água

A Câmara Municipal de Tijucas aprovou, em regime de urgência, o Projeto de Lei nº 2436/2022, que autoriza o Município de Tijucas a contratar financiamento de R$ 15 milhões com a Caixa Econômica Federal (CEF) para a execução de obras de ampliação do sistema de abastecimento de água da cidade. Para garantir a aplicação correta do dinheiro, os parlamentares também incluíram no projeto uma emenda que prevê que os valores financiados sejam investidos exclusivamente na ampliação do sistema de abastecimento. A votação do projeto aconteceu no dia 5 de maio, em sessão ordinária, e agora segue para sanção do Prefeito.

Segundo informações enviadas pela Prefeitura, o dinheiro será utilizado na construção de uma nova estação de tratamento de água, a implantação de nova adutora e a construção de reservatórios de água. A necessidade das obras já havia sido adiantada pelo atual Presidente do SAMAE, Luiz Rogério da Silva, quando em visita à Câmara de Vereadores.  

Em mensagem encaminhada ao Poder Legislativo, o Prefeito de Tijucas, Elói Mariano Rocha (PSD) explica que o financiamento permitirá uma melhora significativa em todo o sistema de abastecimento de água do Município, solucionando problemas pontuais e futuros, e assim garantindo a distribuição da água com quantidade e qualidade nos próximos anos.

“As obras contempladas tendem a atender a demanda da cidade para os próximos 20 anos, no que tange ao crescimento populacional e econômico, garantindo desta forma a manutenção da qualidade de vida da população, que será atendida em seus anseios e expectativas”, afirma o chefe do Executivo.

Segundo dados contidos no termo de aceite expedido pela CEF, o valor total do financiamento será de R$ 15 milhões, a uma taxa de juros de 127,28% do CDI - percentual que fica em torno de 15% ao ano, considerada a taxa atual do CDI, que é de 11,65% a.a. O prazo para pagamento da dívida será de 120 meses, sendo 24 meses de carência e 96 meses para pagamento de parcelas e amortizações.

Ao comentar o projeto, o Presidente da Câmara de Tijucas, vereador Maickon Campos Sgrott (PP), disse que a aprovação da matéria demonstra a preocupação do Poder Legislativo em atender às necessidades da população por meio do planejamento de longo prazo. "Entendemos a necessidade do investimento para que não falte água para nossa cidade nos próximos anos, visto o acelerado crescimento populacional que estamos presenciando", afirmou.