Vereador sugere devolução antecipada de R$ 966 mil aos cofres do Município

por Imprensa publicado 21/09/2021 12h55, última modificação 21/09/2021 12h55
Sugestão é que metade do dinheiro seja destinado à APAE e outra metade para construção de um CEI

Por meio da Indicação nº 361/2021, o vereador de Tijucas Edson José Souza (MDB) sugeriu ao presidente da Câmara de Vereadores que analise a possibilidade de articular com o Poder Executivo a devolução antecipada dos recursos financeiros economizados pelo Poder Legislativo durante o primeiro semestre de 2021.

Segundo dados da contabilidade da Câmara de Vereadores, até junho deste ano o órgão havia economizado aproximadamente R$ 966 mil. Para o vereador Edson José Souza, a devolução dos recursos deve ser organizada com a Prefeitura para que o dinheiro seja imediatamente aplicado em obras e serviços públicos.

Como propostas de aplicação, o parlamentar sugere uma ação coordenada entre Poder Legislativo e Executivo para destinar R$ 500 mil à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), permitindo a reforma e ampliação de espaços físicos da entidade. Ainda na opinião do parlamentar, o restante do dinheiro – equivalente a R$ 466 mil – poderia ser destinado à construção de um Centro de Educação Infantil nas proximidades dos Loteamentos Mata Atlântica, Bosque da Mata e BR Felice.

Aumento do auxílio à APAE

Ainda pensando em auxiliar a APAE, o vereador Edson José Souza sugeriu ao Prefeito que encaminhe à Câmara um projeto de lei com o objetivo de aumentar o auxílio concedido à entidade para R$ 14 mil mensais. Atualmente a APAE recebe do Município R$ 7 mil todos os meses, a título de auxílio financeiro. A proposta foi enviada ao Poder Executivo por meio da Indicação nº 360/2021.

Ao justificar a medida, o parlamentar argumenta que é necessário corrigir o valor repassado a entidade, tendo em vista que o valor não é reajustado há quase 10 anos e que a inflação acumulada no período, de acordo com o INPC/IBGE, é de 74,94%. "O auxílio concedido atualmente não é suficiente para suprir a manutenção de demandas básicas da entidade, como por exemplo o pagamento da folha de cinco funcionários (dois monitores, dois motoristas e uma merendeira)", afirma.  

Confira a fala do vereador em defesa das propostas

Por Rafael Spricigo
Jornalista da Câmara Municipal de Tijucas

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.