Vereadora Déda e voluntários trazem posto do CVV para Tijucas

por Imprensa publicado 19/09/2019 09h10, última modificação 19/09/2019 09h27
Equipe apresentará trabalhos em reunião no auditório da Univali nesta sexta (20), às 19h

A Vereadora Maria Edésia da Silva Vargas (PT) - a popular Déda -, juntamente com uma equipe de voluntários, está trazendo para Tijucas um posto de atendimento do Centro de Valorização à Vida (CVV), organização sem fins lucrativos que realiza apoio emocional e prevenção ao suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat.

Para apresentar o projeto, uma reunião pública será realizada no dia 20 de setembro, sexta-feira, às 19h, no auditório da Univali de Tijucas. O momento será direcionado para explicar sobre o que é o CVV e o trabalho realizado por um voluntário que participa desta causa tão importante, que é a luta pela vida. Todas as pessoas que queiram fazer parte do projeto são bem-vindas à reunião, assim como aqueles que queiram simplesmente conhecer os trabalhos.

O que é o CVV?

O CVV — Centro de Valorização da Vida foi fundado em São Paulo, em 1962, como uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de entidade de Utilidade Pública Federal desde 1973. O CVV presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato.

A instituição é associada ao Befrienders Worldwide, que congrega entidades congêneres de todo o mundo, e participou da força tarefa que elaborou a Política Nacional de Prevenção do Suicídio, do Ministério da Saúde, com quem mantém, desde 2015, um termo de cooperação para a implantação de uma linha gratuita nacional de prevenção do suicídio.

Os contatos com o CVV são feitos pelos telefones 188 (24 horas e sem custo de ligação),  pessoalmente (nos 110 postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br, por chat e  e-mail. Nesses canais são realizados mais de 2 milhões de atendimentos anuais, por aproximadamente 3.400 voluntários, localizados em 21 estados mais o Distrito Federal.

Além dos atendimentos, o CVV desenvolve, em todo o país, outras atividades relacionadas a apoio emocional, com ações abertas à comunidade que estimulam o autoconhecimento e melhor convivência em grupo e consigo mesmo.

O quê: Reunião de apresentação do CVV em Tijucas.
Quando: 20/09/2019 (sexta-feira), às 19h.
Onde: Auditório da Univali de Tijucas.